Diferenças entre fazer intercâmbio aos 18, 25 e 30

ESCOLHENDO DESTINO
Aos 18 – Um lugar onde você possa se divertir e se bancar com o mínimo de ajuda dos pais.
Aos 25 – Um lugar onde o ensino seja de qualidade, o visto seja fácil e você consiga um emprego bacana.
Aos 30 – Um lugar onde você tenha qualidade de vida, ganhe bem, se realize profissionalmente, viva uma linda história de amor e resolva todos os problemas da vida.

PREPARAÇÃO
Aos 18 – Dá uma pesquisadinha rápida e sabe que chegando lá você se vira e vai dar tudo certo.
Aos 25 – Pesquisa um pouco mais e faz várias perguntas na comunidade online do pessoal que já mora na cidade.
Aos 30 – Passa meses pesquisando, imprime endereços, anota telefones e tem medinho dos imprevistos.

ACOMODAÇÃO
Aos 18 – Acha a maior farra dividir um apê de 2 quartos com outros 15 intercambistas.
Aos 25 – Se a pessoa tiver a rotina parecida com a sua, você até topa dividir o quarto.
Aos 30 – Nem cogita abrir mão da sua privacidade.

REGRAS DA CASA
Aos 18 – Não tá nem aí prá pilha de pratos sujos acumulados sobre a pia, até porque você é um dos principais contribuidores para a formação dela.
Aos 25 – Fica furioso toda vez que quer usar a cozinha e ela tá uma zona.
Aos 30 – Você se convence de que é preciso regras e todos devem segui-las.

PROCURANDO EMPREGO
Aos 18 – Você utiliza todo seu mais rebuscado vocabulário em inglês tentando convencer o empregador de que você é o candidato perfeito para a vaga de lavador de pratos.
Aos 25 – Assim que o inglês estiver melhorzinho, qualquer vaga que possibilite interação humana (preferencialmente com o público) já representa um progresso na carreira.
Aos 30 – É constantemente lembrado de que “dois passos para trás e você já não está no mesmo lugar”.

AMIZADES
Aos 18 – Os demais intercambistas passam a ser sua família, quanta gente legal nesse mundo.
Aos 25 – Você faz muitas amizades e conhece bastante gente interessante, mas é um pouco mais seletivo.
Aos 30 – Demora prá fazer amizades, afinal a maioria do pessoal está ocupado com trabalho, namoro e lar ou só quer saber de festa.

FESTAS
Aos 18 – De segunda a segunda, na casa dos amigos, no boteco depois da aula, no ponto de ônibus, mas as melhores acabam sendo sempre na cozinha.
Aos 25 – Sempre na expectativa da próxima festa bombástica da cidade.
Aos 30 – Só se não tiver muito frio, não for muito longe, a música for boa e o pessoal bacana.

NO SUPERMERCADO
Aos 18 – Cliente mais fiel, conhecedor de todas as linhas dos produtos da marca do supermercado.
Aos 25 – Fica horas olhando as prateleiras, tentando achar um equilíbrio qualidade x preço.
Aos 30 – Até topa pagar um pouquinho mais por um produto melhor, afinal é importante cuidar da saúde.

ALIMENTAÇÃO
Aos 18 – Movido à McDonald’s, kebabs e restos de comida do lugar onde trabalha.
Aos 25 – Considera se aventurar na cozinha.
Aos 30 – Quer conhecer os restaurantes bacaninhas da cidade.

BRASIL
Aos 18 – “Tô me divertindo mas puta saudade viu?”
Aos 25 – “Graças a deus me livrei daquele trânsito!”
Aos 30 – “Saudade, mas é bom viver sem trânsito!”

FAMÍLIA
Aos 18 – Muito bom ser independente e viver longe dos pais!
Aos 25 – Até que dá prá administrar a saudade…
os 30 – Foda viver longe da família viu?

AQUELE COLEGA MUÇULMANO
Aos 18 – Olha desconfiado pro turbante dele, com receio de que haja uma bomba escondida ali embaixo.
Aos 25 – Fica curioso, puxa papo e troca altas ideias.
Aos 30 – Googla a cultura, posição geográfica, conflitos do país, assim não corre o risco de fazer nenhuma pergunta idiota.

DIANTE DOS PROBLEMAS
Aos 18 – Tem disposição prá enfrentá-los e se diverte contando os perrengues pros flatmates.
Aos 25 – Considera um puta aprendizado tudo pelo qual está passando.
Aos 30 – Se questiona que diabos você está fazendo da sua vida.

Quer ler mais textos como esse? Então curte a Sua Conterrânea no Facebook 😉

Texto: Natália Godoy Imagem: Fans Share

0 thoughts on “Diferenças entre fazer intercâmbio aos 18, 25 e 30

  1. Pedro H. Nascimento says:

    Hahaha o texto faz a gente refletir… em algumas coisas sou um moleque de 18 e em oitras um tiozão de trinta… aos 22 anos de idade 🙂

  2. Nilson says:

    Adorei as suas colocações sobre fazer intercâmbios em diferentes faixas etpárias e percebi que realmente são estes pensamentos em diferentes faixas etárias. Eu fiz dois intercâmbios no Canadá, um com 18 anos e outro com 33 e a analogia do que eu pensava são idênticas. Eu tomei um curso de inglês em Toronto e foi maravilhoso. O meu intercâmbio em Toronto foi inesquecível e percebi que a melhor maneira de aprender o idioma é fazendo um curso de inglês no Canadá. Eu estudei em uma escola no centro da cidade chamada Sprachcaffe que também ofereceu a hospedagem, alimentação e atividades de lazer. Deixo aqui a dica da escola onde estudei http://www.sprachcaffe.com/portuguese/study_abroad/language_schools/toronto/main.htm

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *