Livro de Janeiro: Herege – Por que o Islã precisa de uma reforma imediata

HEREGE - Ayaan Hirsi Ali - Companhia das Letras

Do que trata: escrito por uma ex-muçulmana, ela aponta trechos do Alcorão e dos ensinamentos do Islamismo que instigam violência, subestimam as mulheres, incentivam perseguição aos inimigos e punições severas aos “infiéis”. A autora defende a ideia de que as principais organizações terroristas atuam de acordo com os preceitos do livro sagrado dos muçulmanos e de que, assim como aconteceu com o Catolicismo e Judaísmo, o Islamismo precisa urgente de uma reforma e atualização.

Você deve ler se: tem interesse em entender o mundo islâmico (pelo menos para mim ele sempre foi um mistério) sob a visão de uma mulher que foi criada sob seus rigorosos valores e ousou colocar a própria vida em risco ao criticá-lo.

Você não deve ler se: o livro o influenciará a ponto de deixá-lo ainda mais preconceituoso com relação à comunidade muçulmana em geral, já que protegê-los da ideia de que são todos terroristas em potencial é uma das principais preocupações do mundo hoje.

Trecho mais marcante: “Se a esperança de uma Reforma Muçulmana morrer, o resto do mundo vai pagar um preço enorme.”

Extra: comece pelo começo, Infiel e Nômade são outros dois livros incríveis de Ayaan Hirsi Ali, todo mundo pra quem já indiquei adorou.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *